Nata Forrozeira – o melhor festival de forró do mundo!

Público no palco Dominguinhos

A 11ª edição do Festival Nata Forrozeira, que aconteceu de 18 a 21 de abril, em Santana de Parnaíba, entrou para a história! Foram quatro dias mágicos do mais autêntico amor e tributos ao verdadeiro forró pé de serra, com shows que reuniram trios consagrados, bandas e os DJs mais aclamados do circuito. Foram mais de 50 atrações que atraíram cerca de 1,5 mil pessoas. O diferencial deste ano ficou pela nova administração do empresário campineiro Estéfano Bespalec Júnior, que assumiu o Nata e o desafio de reconstruir uma marca já cativa dos forrozeiros. Atento aos detalhes, ganhou o respeito do público e atrações.

Mestre Marrom. Kojak do Forró, Benício Guimarães, Forróçacana e Bernadete França, entre outros, atraíram pelas apresentações envolventes. Trios como Xamego, Trio Juazeiro, Trio Cristalino e Os 3 do Nordeste levaram o melhor do forró pé de serra. Os Djs e suas pick-ups deram shows à parte com repertórios que atenderam a todos os gostos, de acordo com as referências de cada um. As oficinas de dança com professores renomados da atualidade levaram público interessado em trocar experiência e aprender passos novos.

Os forrozeiros curtiram de dia e de noite num ritmo empolgante. O palco da piscina ‘Dominguinhos’ recebeu shows que ficarão na memória por muito tempo, como a apresentação do Peixelétrico e Caíto Balanço Bom. Uma das cenas mais emblemáticas ficou por conta da queima de fogos que emocionou muita gente.

Um dos shows mais aguardados do palco principal ‘Luiz Gonzaga’ foi a apresentação Grandes Mestres com Dió Araújo homenageando Dominguinhos, Kojak do Forró ao seu padrinho Jackson do Pandeiro, Mestre Marrom cantou os sucessos de Mestre Zinho e Benício Guimarães emocionou cantando as principais canções do grande Luiz Gonzaga. Esta atração foi divulgada apenas poucos dias antes do evento, como uma surpresa, um presente do organizador do Nata.

Foram mais de 1,4 mil horas de planejamento e mais de 150 profissionais envolvidos para fazer desta edição, a melhor da história do Nata. “O evento foi memorável. O Estéfano é muito responsável em tudo que faz, sabíamos que não seria diferente”, disse Jorge, do Dois Dobrado. A frase é unânime entre as atrações. “Minha nota para o Nata é 1 milhão, porque dar nota mil seria muito pouco” reforça Bernadete.

Bernadete França em apresentação no palco Luiz Gonzaga

“Nosso desafio foi muito grande. E o feedback está sendo positivo. Todos que participaram estão mostrando muito carinho e isso nos motiva a continuar. Agradeço todos por essa demonstração e garanto que estou com a sensação de dever cumprido, mas consciente da responsabilidade para trabalhar ainda mais para que em 2020 o Nata Forrozeira seja ainda melhor”, confessa Estéfano.

Forró de mãe para filha

De São Bernardo, Gabriele Dalarte, curtiu o festival ao lado das primas, e junto com o marido, sentiu-se segura para levar a filhinha Helena, de pouco mais de um ano e meio. O casal de campistas recebeu o convite das primas, que já conheciam o festival e não teve dúvidas de que o passeio com a menina seria divertido. “A competência da equipe fez toda a diferença na qualidade da nossa permanência na festa. A equipe é muito coesa, me ajudaram no que puderam para o bem estar da Helena, estão todos de parabéns. O espaço é lindo, tudo muito organizado. Com certeza voltaremos outros anos.”

Para 2020 os organizadores já estão de olho nos preparativos para fazer do Nata o melhor festival de forró do mundo. Siga as redes sociais oficiais para saber das novidades e conferir as fotos do evento que marcou o ano.

Até 2020, forrozeiros!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *