Gennaro já tocou com Marinês, Dominguinhos, Luiz Gonzaga e Zé Ramalho, é considerado mestre e presença aguardada no Nata 2019


Com mais de 40 anos de experiência, sanfoneiro exerce importante representatividade do verdadeiro forró nordestino

Alagoano da cidade de Marimbondo, Gennaro é filho de sanfoneiro, ganhou sua primeira sanfona quando tinha 12 anos. Aos 14 se mudou de mala e cuia com a família para o Rio de Janeiro. Exerceu atividades fora da música, mas aos 16 começou a tocar em todo tipo de evento. Ali começava a trajetória de um importante ícone, hoje reconhecido como um dos melhores sanfoneiros do Brasil. Gennaro não podia faltar na programação do Nata Forrozeira 2019, que acontece de 18 a 21 de abril, em Santana do Parnaíba/SP.

Esta será a segunda participação do músico, que subiu no palco do Nata há três anos. “Minha expectativa é muito grande. O Nata Forrozeira é importante demais para a nação do forró, é um verdadeiro espetáculo. Tocar para esse público é muito gratificante e também um desafio”, explica o músico que há mais de dois anos não se apresenta no Sudeste e nesse período fez duas turnês pela Europa. Sem dúvidas será uma bela oportunidade de assistir o forrozeiro tão requisitado. Garanta já seu ingresso, acesse: https://www.1plim.com.br/evento/nata-forrozeira-2019

Na semana em que falamos com Gennaro sobre a expectativa da apresentação no Nata, ele estava em Garanhuns/PE fazendo shows em comemoração ao aniversário de Luiz Gonzaga (12/2), com quem teve a chance de trabalhar, realmente um privilégio e tanto!

História de respeito

Gennaro recebeu o convite para trabalhar com a rainha do forró Marinês, em 1975. A partir de 1976 começou a gravar com vários artistas. Em seguida gravou seu primeiro trabalho solo a convite do produtor Abdias, pela gravadora CBS, onde fez três LPs. Fez muito sucesso pelo Nordeste com um forró instrumental de sua autoria ‘Forró Pifando’. No mesmo período passou a integrar a banda de Zé Ramalho. Em 1981 aceitou o convite para tocar com o grande mestre Luiz Gonzaga, em seguida integrou o lendário Trio Nordestino, substituindo o sanfoneiro e cantor Lindú. Lá ficou por onze anos, consagrando a música ‘Neném Mulher’, sucesso nacional.

Em 1993, em carreira solo, se mudou para Recife. Lá passou a gravar com vários artistas, dentre eles Dominguinhos. Gennaro revolucionou a forma como era gravado o forró no Nordeste e muitos músicos de outras regiões do Brasil  passaram a gravar com ele, viajando até a capital pernambucana em busca da fonte inesgotável do autêntico forró pé de serra.

Paralelo às gravações com outros artistas, Gennaro segue sua carreira, fazendo shows por todo o Brasil, tendo muito sucesso principalmente no eixo Rio-São Paulo, no circuito universitário, onde músicas de sua autoria como ‘Grão de Areia’ e ‘Esconderijo de Amor’, esta última em parceria com Xico Bizerra, fazem grande sucesso.

Com mais de quatro décadas dedicas à sanfona e à cultura nordestina, Gennaro é hoje, sem dúvida um dos grandes nomes do forró e tem importante representatividade do legado deixado pelo mestre maior Luiz Gonzaga.

Na edição do Nata Forrozeira 2019, que celebra os grandes mestres do forró, sem dúvida contar com a presença de Gennaro é uma importante homenagem de agradecimento a todos eles que se foram, mas continuam vivos na lembrança e coração dos forrozeiros do mundo inteiro.   

Serviço:

Festival Nata Forrozeira 2019

Data: de 18 a 21 de abril

Local: Espaço Ville Sport Shows

Endereço: Estrada Rosemary Hidalgo dos Santos, 81, Refúgio dos Bandeirantes, Santana de Parnaíba /SP.

www.nataforrozeira.com.br

Informações: (11) 9.6447-5599 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *